Cirurgias & Procedimentos

Prótese do joelho (Artroplastia)

Prótese do joelho (Artroplastia)
Prótese do joelho (Artroplastia)

A prótese do joelho também conhecida como artroplastia do joelho é um procedimento cirúrgico que consiste em substituir a articulação desgastada por uma prótese com implantes feitos de liga metálica cromo/cobalto e polietileno.

A prótese de joelho geralmente é indicada nos casos de artrose avançada, que apresentam grandes limitações de movimentos, dor intensa e que não melhoraram com os tratamentos conservadores.  Artroplastia devolve a qualidade de vida para o paciente. É uma cirurgia que tem altos índices de satisfação chegando a 80% de resultados bons e ótimos na maioria dos estudos.

É uma cirurgia que pode ser realizada em todas as idades, no entanto, é recomendada após os 60 anos. A durabilidade de uma prótese de joelho é, em média, maior que 15 anos.

Após a cirurgia, o paciente pode voltar a fazer as suas atividades comuns do dia a dia, porém atividades intensas como saltar, correr ou fazer giros, saiba que isso não será possível.

 

Conheça a Prótese Navegada/Prótese Robótica de joelho: a evolução da Artroplastia de Joelho!

 

Artroscopia de joelho

Artroscopia de joelho
Artroscopia de joelho

É uma técnica cirúrgica por vídeo, minimamente invasiva, em que são realizadas duas pequenas incisões de 5 mm cada, uma de cada lado do joelho. Através de um desses orifícios é introduzido o artroscópio, um instrumento óptico que é acoplado a uma câmera e que transmite as imagens ampliadas e em alta resolução, para um monitor de vídeo. Através do outro orifício são inseridos os instrumentos cirúrgicos artroscópicos para tratamento das lesões.

A artroscopia de joelho é a técnica cirúrgica muito utilizada em diversas cirurgias como nas cirurgias de meniscos, cirurgias de cartilagem do joelho, cirurgia na cartilagem da patela e cirurgia nos ligamentos do joelho, entre outras.

Apresenta boa cosmese e no geral um retorno rápido as atividades do dia a dia.

 

-Cirurgia de Menisco

Cirurgia de Menisco
Cirurgia de Menisco

Nem sempre uma lesão meniscal necessita de cirurgia.

Os critérios mais relevantes para indicação cirúrgica são as lesões sintomáticas, em que o paciente sente dores diretamente relacionadas à lesão, apresenta bloqueio do joelho ou até mesmo instabilidade.

Se for uma lesão pequena, degenerativa ou incompleta, um tratamento não operatório baseado em reabilitação fisioterápica e fortalecimento muscular pode ser efetiva.

Meniscorrafia é a cirúrgica que consiste na sutura do Menisco a fim de tentar preservá-los mantendo a sua função intacta.

A vantagem da sutura do Menisco é justamente tentar postergar doenças como a artrose, cuja incidência aumenta assustadoramente com a retirada do menisco lesado.

Atualmente optamos pela realização da sutura de menisco, a fim de preservá-lo. Porém, em casos onde a lesão não é suturável resseca-se o menisco lesado.

 

Cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior (LCA)

Cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior (LCA)
Cirurgia de reconstrução do ligamento cruzado anterior (LCA)

A cirurgia de reconstrução do Ligamento Cruzado Anterior (LCA) é um procedimento cirúrgico realizado por artroscopia. A cirurgia utiliza enxerto obtido mais comumente do tendão patelar ou tendões isquiotibiais ou tendão quadriciptal para reconstruir novo ligamento.

A cirurgia está indicada para os pacientes que querem manter o estilo de vida com prática de atividades físicas mais intensas (futebol, basquete, vôlei, handebol, lutas, etc…) ou que persistem com sintomas de dor, inchaço e instabilidades recorrentes.

 

Osteotomia de joelho

Osteotomia de joelho
Osteotomia de joelho

A cirurgia consiste em realizar cortes no osso do fêmur logo acima do joelho ou na tíbia logo abaixo do joelho, a depender de cada caso para o realinhamento do eixo. Desta forma o osso é fixado com placa e parafusos especiais na nova posição para que seja feita a sua cicatrização.

Geralmente a cirurgia é indicada para pacientes com artrose inicial em um dos joelhos e que também apresentam um membro inferior com deformidade para fora ou para dentro (valgo ou varo).

Através deste realinhamento, a pressão é aliviada no lado acometido pela artrose, desviando a carga do peso do corpo para o lado sem artrose.

 

Infiltrações

Infiltrações
Infiltrações

Infiltração no joelho, ácido hialurônico (viscossuplementação)

A aplicação de medicações diretamente no joelho, por injeção, é conhecida como infiltração do joelho. É um tratamento útil em várias situações clínicas.

As medicações mais utilizadas para infiltração do joelho são: ácido hialurônico, corticóides e anestésicos. A infiltração com ácido hialurônico é conhecida como viscossuplementação.

A injeção de ácido hialurônico tem objetivo de promover a melhora dos sintomas relacionados aos processos de desgaste e doenças da cartilagem, artrose, condropatia patelar, por exemplo, e a inflamação que os acompanha.

O grande benefício do tratamento com injeção do ácido hialurônico é possibilitar uma reabilitação e introdução de exercícios com mais qualidade, controlando a dor e a inflamação intensa do joelho.

 

Cirurgia para instabilidade (ou luxação) da patela

Cirurgia para instabilidade (ou luxação) da patela
Cirurgia para instabilidade (ou luxação) da patela

O termo luxação patelar se refere ao episódio no qual a patela se desloca, ou seja, sai de seu local original. Isso ocorre, em geral, após uma contusão ou entorse durante a prática esportiva.

Em episódios de luxações patelares agudas, pode haver fragmentos de cartilagem e osso que se soltam e ficam aprisionados no joelho. Isso é chamado de corpo livre e precisará ser fixado de volta ao seu lugar de origem, quando possível ou, eventualmente, removido. Durante a cirurgia, se houver lesão do ligamento patelofemoral medial, a reconstrução do ligamento pode ser recomendada.

Outra indicação clara de cirurgia é o paciente que apresenta novas luxações patelares (a patela continua a sair de seu trilho), mesmo tendo feito reabilitação fisioterápica e fortalecimento. Este paciente pode ser candidato a um procedimento cirúrgico. A cirurgia para luxação da patela pode ser realizada por diversos procedimentos cirúrgicos sendo os mais comuns, a reconstrução do ligamento patelofemoral medial, a osteotomia para medialização da tuberosidade anterior da tíbia, a trocleoplastia e a condroplastia. Alguns desses procedimentos podem ser feitos por artroscopia.

 

Dr. Mauro Júnior Rodrigues

Ortopedista

Especialista em Cirurgia de Joelho

CRM: 21731 RQE:14060

  • Formação em Medicina na Universidade de Ribeirão Preto, SP;
  • Residência em Ortopedia no Instituto de Ortopedia de Goiânia;
  • Especialização em Cirurgia do Joelho no Hospital das Clínicas de Goiás-HC;
  • Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT);
  • Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho (SBCJ);
  • Atua como especialista em Joelho na Clínica Ortotrauma Samaritano e no Hospital de Acidentados;
  • Tratamento humanizado e de alta qualidade;
  • Técnicas atualizadas;
  • Experiência comprovada.

 

Agende sua consulta 

Ortotrauma Samaritano

Whatsapp: (62) 98207-4076

Endereço: Rua 237, Qd. 49, Lt. 07, N° 51, St. Coimbra, Goiânia, Go.

 

 

Hospital de Acidentados

Whatsapp: (62) 9398-4875

Endereço: Av. Paranaíba, N° 652, St. Central, Goiânia, Go.

 

Botão Voltar ao topo
Ligue: (62) 98207-4076